Domingo, 20 de Maio de 2018
Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider
 
Notícia
Algarve comemora Dia do Herói Nacional de Angola
Setembro 18, 2014
O Consulado Geral de Angola em Faro vai comemorar no próximo Sábado o Dia do Herói Nacional de Angola, em homenagem ao primeiro Presidente da República de Angola, Dr. Agostinho Neto. A cerimónia, que terá lugar no Hotel Eva, em Faro, terá início cerca das 14h00 e será presidida pelo Exmo Sr. Cônsul Geral de Angola, em Faro, Dr. Luís Galiano.

O evento, que marca a passagem de mais um feriado nacional que se assinala a 17 de Setembro, dirige-se a todas as comunidades angolanas residentes no Algarve e Alentejo, tem também como convidados inúmeras figuras institucionais angolanas e portuguesas, tais como o Presidente da Câmara Municipal de Faro e o Comandante do Comando Distrital da Polícia de Segurança Pública de Faro, entre outros.

Dada a forte implantação da comunidade angolana no Algarve, também as várias Associações de angolanos residentes no Algarve marcarão presença no evento.

A nível diplomático, é esperada a participação de representantes diplomáticos de múltiplos países, entre eles o Cônsul do Brasil, bem como representantes da Embaixada de Angola em Portugal e dos Consulados de Angola de Lisboa e do Porto. Para Luís Galiano, Cônsul Geral de Angola em Faro, esta é uma oportunidade para relembrar uma figura central para o passado e presente de Angola, que alterou radicalmente na época o futuro da Nação. Luís Galiano, hoje Ministro-Conselheiro de carreira, era na altura um jovem, mas teve a sorte de se cruzar por várias vezes com o médico e líder histórico do MPLA, uma figura que o marcou para sempre: “Tive felizmente a oportunidade de me cruzar pessoalmente com ele, porque trabalhei a dada altura no Ministério da Informação, que funcionava no mesmo local, no Palácio do Governo, onde o Presidente trabalhava”, recorda.

“Uma das coisas que mais me marcou foi a sua serenidade e tranquilidade, a ponderação naquilo que fazia e dizia. De um certo modo, é a mesma maneira de ser do actual Presidente, José Eduardo dos Santos, para quem teve oportunidade de já estar com ele, é sereno no estar e no trato”, acrescenta o diplomata.

Mais do que um Presidente e um lutador, Luís Galiano recorda a figura humana de Agostinho Neto, como alguém verdadeiramente singular e a quem os outros olhavam com admiração. Tanta admiração, que às vezes nem parecia real: “Ele era alguém que tinha condições para ter uma vida melhor, devido à sua formação e largou tudo para lutar pela liberdade do seu povo”, reconhece. E se hoje Agostinho Neto é reconhecido como Herói Nacional, já então era visto como alguém extraordinário: “As pessoas já então olhavam para ele por vezes como algo sobrenatural. Existem várias anedotas sobre isso, porque as pessoas, quando calhava a estarem na sua presença, não acreditavam que era real”, lembra-se Luís Galiano, com um sorriso.

“Era alguém com uma simpatia muito grande e que se preocupava muito com o ser humano. Alguém que marcou o seu tempo. E que vai perdurar, porque a história dele confunde-se com a do País”, conclui o Cônsul Geral de Angola em Faro.

António Agostinho Neto, médico formado nas Universidades de Coimbra e de Lisboa, tornou-se o primeiro Presidente de Angola, em 1975. Nasceu em Ícolo e Bengo, em Angola, em 1922. Morreu vítima de doença prolongada, em Moscovo.

Assine a nossa newsletter
Horário: 09h00 - 13h00 > 14h30 - 16h30
Praceta projectada, Rua de Moçambique (paralela à Av. Calouste Gulbenkian), Lote Q
1º Esquerdo, Faro · Algarve · Tel. +351 289 897 100 / 289 895 622, Fax. +351 289 897 108/9
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
© 2011 Consulado de Angola no Algarve
Programação Step Ahead | Design TripleSky