Domingo, 25 de Fevereiro de 2018
Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider
 
Notícia
Angola quer controlo "mais efectivo" para travar terrorismo em África
Maio 21, 2015
Presidente de Angola propôs aos chefes de Estado dos países dos Grandes Lagos um reforço dos mecanismos regionais antiterrorismo e um controlo de fronteiras "mais efetivo", tendo em conta "a seriedade" do terrorismo em África.

José Eduardo dos Santos discursou em Luanda na abertura da cimeira extraordinária dos chefes de Estado e de Governo da Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos (CIRGL) convocada para analisar a situação regional, tendo apontado o recente massacre de cerca de 150 estudantes no Quénia, e outros atos terroristas perpetrados pelo grupo islâmico somali Al Shebab, como exemplo desta preocupação.

"Convido vossas excelências a inscrever na nossa agenda como ponto de destaque o fenómeno do terrorismo e a encarar com muita seriedade a forma de o prevenir e combater", disse José Eduardo dos Santos.

Nesse sentido, o Presidente angolano sugeriu aos restantes chefes de Estado da CIRGL presentes na cimeira o "alargamento e o reforço dos mecanismos regionais de luta antiterrorista", mediante uma "colaboração mais estreita entre as nossas agências de informação e inteligência", assim como com o "controlo mais efetivo da circulação transfronteiriça e da imigração ilegal".

"Isso não significa que tenhamos de manter uma atitude xenófoba em relação aos cidadãos de outros Estados, africanos ou vindos de fora do continente, que procuram refúgio ou que buscam contribuir de forma legal e honesta para o desenvolvimento dos nossos países", apontou o chefe de Estado angolano.

Participam na reunião de hoje, além do chefe de Estado angolano, os presidentes do Sudão do Sul, Salva Kiir, da Zâmbia, Edgar Lungu, da República Democrática do Congo (RDCongo), Joseph Kabila, a Presidente interina da República Centro-Africana (RCA), Catherine Samba Panza, o vice-Presidente do Sudão, Hassabo Mohamed, e o Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, este enquanto convidado especial.

Esta cimeira vai analisar e deliberar sobre os relatórios das reuniões dos ministros da Defesa e das chefias militares e de serviços de informação e segurança dos países que integram a CIRGL, realizadas na última semana em Luanda, tendo os conflitos no Sudão do Sul, RCA, RDCongo e agora no Burundi em plano de destaque.

Assine a nossa newsletter
Horário: 09h00 - 13h00 > 14h30 - 16h30
Praceta projectada, Rua de Moçambique (paralela à Av. Calouste Gulbenkian), Lote Q
1º Esquerdo, Faro · Algarve · Tel. +351 289 897 100 / 289 895 622, Fax. +351 289 897 108/9
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
© 2011 Consulado de Angola no Algarve
Programação Step Ahead | Design TripleSky