Quinta-Feira, 13 de Dezembro de 2018
Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider
 
Notícia
Governo aprova finalização de Memorial sobre batalha decisiva
Maio 04, 2017
O presidente José Eduardo dos Santos deu luz-verde a um crédito adicional ao OGE de 2017 para a conclusão do "Memorial da Vitória na Batalha do Cuíto Cuanavale". Forças governamentais apoiadas pelo exército cubano defrontaram a UNITA, apoiada pelo regime sul-africano, entre Novembro de 1987 e Março de 1988, na cidade (foto) da província de Cuando Cubango.

O decreto presidencial publicado em final de Abril visa "suportar as despesas relacionadas com a conclusão da construção do Memorial Vitória à Batalha do Cuíto Cuanavale", na província do Cuando Cubango. O memorial encontra-se concluído a 85 por cento e constitui uma homenagem à "bravura" dos heróis de 1988. Prevê-se a sua finalização no início de Setembro e inauguração por ocasião do 30º aniversário. No total, vai custar o equivalente a 1,300 milhões de contos CVE, adianta o jornal online "A Semana".

A batalha do Cuíto Cuanavale, no conflito civil angolano, é considerado o maior combate militar em África após a segunda guerra mundial. Forças do Governo angolano e de Cuba combateram a UNITA e África do Sul.

A região insere-se no chamado "Triângulo do Tumpo", onde ocorreram os combates do Cuíto Cuanavale e que terminaram em 23 de Março de 1988 com o Acordo Tripartido (foto de rodapé) que permitiu a retirada do exército cubano e abriu caminho para a independência, em 1990, da vizinha Namíbia, ocupada pela África do Sul após ter sido colónia da Alemanha.

O Governo angolano, que se declarou vencedor desta batalha, propôs em 2016, na última reunião do conselho de ministros da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), a instituição de 23 de Março como Dia da Libertação da África Austral.

Assine a nossa newsletter
Horário: 09h00 - 13h00 > 14h30 - 16h30
Praceta projectada, Rua de Moçambique (paralela à Av. Calouste Gulbenkian), Lote Q
1º Esquerdo, Faro · Algarve · Tel. +351 289 897 100 / 289 895 622, Fax. +351 289 897 108/9
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
© 2011 Consulado de Angola no Algarve
Programação Step Ahead | Design TripleSky